Destaque - Ainda as podas das árvores de Braga

[Publicado do "Diário do Minho" de 2004.03.08]

"ENTRE ASPAS" DESTA DATA

Do nosso colaborador, o Engenheiro Agrário Raul Rodrigues, recebemos esta carta, um triste lamento sobre as escandalosas podas que se vêm fazendo nas árvores da cidade de Braga e sobre a arrogância de uma vereadora em falar sobre o que não sabe.

Na Sexta feira passada, uma tília das traseiras da Câmara caiu sobre os carros dos funcionários, além de um que estava na estrada. Estas tílias tinham sido objecto de preocupação no último artigo que escrevi. No Diário do Minho de ontem (sábado, 28 de Fevereiro) vinha lá a notícia, bem como alguns esclarecimentos da Vereadora Ilda Carneiro. Esta aproveitou para justificar a queda como devida à falta de poda e, como tal, já arranjou argumentos para dizer que vai mandar "decapitar" todas as tílias da Avenida Central. Só a pura ignorância dessa Senhora lhe permite fazer tais afirmações.
Isto é preocupante, na medida em que as quedas das árvores são consequências directas das podas desastrosas levadas a cabo pela autarquia nas duas últimas décadas e não uma necessidade devida à velhice as árvores… velhos são os trapos.
Esperemos para ver... mas aquela tília situada entre a entrada do buraco de estacionamento e o coreto, talvez já não vá ter Primavera, certamente vai morrer e as restantes vão ver o seu período de vida drasticamente reduzido.
É triste ver e ouvir os nossos políticos falarem sobre todos os temas, dizendo os mais ridículos disparates com uma enorme convicção… Quem te manda sapateiro tocar rabecão…
Depois do artigo que escrevi, depois da queda de mais umas tílias e agora a decapitação das tílias da Av. Central, era bom que os nossos políticos cá do burgo entrassem em acção. Da minha parte e da parte da ASPA, o papel foi cumprido. Picar o touro sempre no mesmo sítio, talvez não seja a atitude mais acertada. Os políticos que façam o resto.